Plantão 24 Horas no Hospital Padre João Berthier

A Rádio que Contagia

Esquenta 104

Gilson Giongo

Plantão 24 Horas no Hospital Padre João Berthier

Foi assinado nas últimas semanas o termo de reativação do Plantão 24 Horas no Hospital Padre João Berthier.

Há alguns meses atrás o CRM  (Conselho Regional de Medicina) interditou o pronto socorro hospitalar, desde então várias questões foram  tratadas e após acordo o Plantão 24 será reativado hoje, quinta-feira (14).

De acordo com o Diretor do Hospital, Gleno Mocelin, o plantão é um serviço de custo elevado e a Instituição não possuía esse recurso para manter, em razão disso, várias questões burocráticas foram tratadas para o retorno, como, negociação com o município, aprovação junto a Câmara Municipal de Vereadores de São Carlos, preparação de documentos, convênios, encaminhamento ao Conselho Regional de Medicina, entre outros.

Foi acordado que o município irá repassar 95.000,00 (noventa e cinco mil reais) por mês para o plantão e o hospital ficará responsável pelo gerenciamento do serviço. Além disso, será feito a prestação de contas integral sobre o que será gasto com o serviço.

Segundo o Doutor André Argerich, a grande mudança no serviço será a presença de um médico 24 horas para o Plantão, o que antes não era realizado, pois a presença do profissional acontecia em determinado período e sob aviso.  Mesmo com a alteração a finalidade do Plantão 24 horas continua a mesma, apenas urgência e emergência.

O sistema de triagem continuará seguindo de acordo com a norma estadual. Segundo a Gerente de Enfermagem Jaqueline França, o paciente será avaliado pelo(a) enfermeiro(a) que definirá a gravidade do paciente que receberá uma pulseira de acordo com a cor, gravidade da situação e tempo de espera .


A triagem possui duas classificações: urgência e emergência.

Uma situação de emergência é quando o paciente necessita de atendimento imediato.

Em situação muito urgente o paciente terá de aguardar 10 minutos.

Em uma situação urgente o paciente será atendido em 50 minutos, onde ele necessita de atendimento rápido, mas pode aguardar.

Pouco urgente quando o paciente poderá aguardar 2 horas e pode ser encaminhado para outra unidade de atendimento.


A instituição hospitalar esclarece que o processo de classificação de risco é nacional, seguindo protocolo e será feito da melhor forma possível.

Fonte: Ingrid E. Schmitz/Rádio São Carlos – 104.1FM

Foto: Welinton Seimetz/Rádio São Carlos -104.1FM

Notícias Relacionadas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Endereço
Avenida Santa Catarina, 790 - Edifício Hans - Sala 102 - Centro - São Carlos - SC

E-mail
comercial104@nossaradio.net.br
trabalheconosco@nossaradio.net.br

Desenvolvido por FAROL TI