A Setrem realizou nesta sexta-feira, 27 de março, a entrega de 100 protetores faciais (em inglês, face shields), que serão utilizados por profissionais de saúde no combate à Covid-19, no município de Três de Maio.

 

O equipamento é composto por três partes: folha de acetado (viseira), elástico e o suporte da viseira, única peça que precisou ser fabricada. Estes suportes foram produzidos nas impressoras 3D disponíveis no Espaço Maker do Campus Setrem. O trabalho foi coordenado pelos professores Márcia Stein, coordenadora do curso superior de Engenharia de Produção e Vinícius Serafim, coordenador do Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação da instituição, com auxílio do acadêmico Ricardo Bruxel Zimmermann.

 

O equipamento de segurança protege o rosto dos profissionais, pois evita que ele tenha contato com saliva e fluidos corporais de terceiros. "O protetor é uma barreira física transparente que impede que a saliva seja arremessada ao falar, tossir ou espirrar. Ele visa a proteção do profissional e demais pessoas no mesmo ambiente”, explica Márcia.

 

Além disso, o protetor possui algumas características que facilitam o trabalho dos profissionais de saúde. "Ele é altamente higiênico e pode ser limpo com álcool. Também apresenta maior facilidade na respiração em relação às máscaras comuns, permite uma comunicação clara, é confortável e muito leve, reutilizável e mais econômico”, acrescenta Gilberto Souto Caramão, coordenador do curso superior de Enfermagem da Setrem.

 

TRABALHO VOLUNTÁRIO - A produção dos protetores faciais é uma iniciativa voluntária da Setrem e demais instituições, entre elas Agência de Desenvolvimento de Santa Rosa, Unijuí e o Instituto Federal Farroupilha (IFFAR), em parceria com as empresas InovaTec, Azon 3D, Hey Peppers, Mais Laser e Plano Estúdio Gráfico.

 

"O grupo de trabalho, formado por representantes destas instituições, compartilhou definições, ajustes técnicos e a aquisição da matéria-prima. Trabalhamos em conjunto para que todos tivessem as condições necessárias para atender a demanda”, comenta Márcia.

 

Ela destaca também que os protetores tiveram a aprovação de equipe médica, a qual orientou sobre todas as especificidades e necessidades do equipamento.

 

Os suportes fabricados pela Setrem foram destinados para atender a demanda de Três de Maio. A produção também teve a contribuição das empresas Agren Agronegócios, Supermercado Tem Tem, Bazar das Linhas e Fecopel de Três de Maio e Santo Ângelo com a doação de materiais.

 

 

Texto: Eduardo Erthal/Assessoria de Comunicação Setrem

Fotos: Taimara Santanna/Assessoria de Comunicação Setrem