A Câmara de Vereadores aprovou na segunda-feira, 07, o projeto de lei do Executivo que institui o turno único no serviço público municipal. O prefeito Jacques Barbosa afirmou que sancionará a lei e a adesão ao turno único começa a valer a partir da próxima segunda-feira, dia 14 e persiste até 29 de fevereiro de 2020. 

 


O atendimento ao público será das 7h30min às 13h30min, ficando a cargo das secretarias de Educação, da Saúde, dos Transportes, do Meio Ambiente, de Obras e Serviços Urbanos, Procuradoria Geral do Município (PGM) e do quadro de vigilantes do município quais os serviços que serão prestados em turno único. 

 


Servidores do Departamento Municipal de Trânsito, dos dois centros de Referência de Assistência Social (CRAS), do Centro de Referência Especializado (CREAS), dos museus, Memorial à Coluna Prestes e da Biblioteca Pública Municipal cumprirão jornada normal de trabalho. 

 


O prefeito Jacques Barbosa defende que a jornada única de trabalho em setores administrativos do governo, reduz despesas para a gestão sem prejuízos à população, considerando que os serviços essenciais serão mantidos em sua normalidade. “A adoção do turno único de trabalho tem se tornado rotina nas gestões municipais e há tempos vem sendo adotado em Santo Ângelo. Os municípios enfrentam grave crise financeira, muitas vezes custeando obrigações da União e do Estado que acumulam repasses atrasados, e o turno único traz significativa redução nos gastos públicos, sem que isso represente prejuízo ao bom andamento dos serviços prestados”, assinalou o chefe do Executivo.

 

 

Foto: Fernando Gomes/Arquivo