Enquanto a pandemia do novo coronavírus avança, com novos casos a cada dia, exemplos solidariedade tem se espalhado por Santa Catarina. Voluntários em diferentes regiões estão se dispondo a ajudar o próximo para tornar o momento de crise menos doloroso.

 

São ações para ajudar idosos no período de isolamento, crianças e adolescentes em abrigos, pessoas em situação de rua, mensagens de apoio a profissionais da saúde, campanhas de arrecadação para compra de equipamentos em hospitais.

 

Confira abaixo algumas das histórias de solidariedade:

 

Instituto leva alimentos a pessoas vulneráveis

 

O Instituto Comunitário Grande Florianópolis (ICOM), uma organização da sociedade civil que atua há 15 anos promovendo o fortalecimento das comunidades da nossa região, fez um mapeamento das ações que estão rolando para levar alimentação e produtos de higiene para famílias vulneráveis durante o período de isolamento necessário para prevenir a proliferação do coronavírus na Capital catarinense.

 

Ajuda a idosos

 

Para ajudar os idosos que precisam de apoio, pequenas ações podem fazer a diferença no atual momento. Uma ação que repercutiu no Brasil inteiro e tem sido repetida em muitos prédios e condomínios catarinenses envolve a solidariedade entre vizinhos. Cartazes colados no elevador trazem uma lista com contatos de moradores que podem ajudar os vizinhos idosos caso precisem de compras no mercado ou em farmácias.

 

cartazes idosos

(Foto: Lucas Paraizo, Diário Catarinense)

 

Bilhetes para os profissionais da saúde

 

Foi na hora do almoço de sexta-feira (20) que alguém pendurou os bilhetes na cerca do Serviço de Emergência do Hospital Santa Isabel, em Blumenau. Ninguém viu quem foi. Internamente, os colaboradores brincam que a ação era obra de um anjo. Em cada bilhete havia uma mensagem de agradecimento. “Obrigado anjos da saúde! Deus abençoe vc e sua família. Gratidão”, dizia um deles. Mais que agradecimento, a mensagem deve servir de estímulo, já que tudo indica que o pior ainda está por vir.

 

Bilhetes profissionais da saúde

(Foto: Gabriel Silva, Divulgação)

 

Campanha para compra de respiradores

 

Uma mobilização pela compra de respiradores para o hospital de Pomerode, que começou despretensiosa em um grupo de WhatsApp nesta segunda-feira (23), terminou com mais de R$ 220 mil arrecadados. Ao todo, 20 empresários e pessoas influentes na cidade conseguiram captar — em menos de duas horas — os recursos suficientes para mais do que dobrar o número de equipamentos na unidade de saúde. Eles serão adquiridos ainda nesta terça-feira (24) para que até sexta (27) já estejam na cidade.

 

Hiospital Rio do Testo

(Foto: Hospital Rio do Testo, Divulgação)

 

Crianças de abrigo levadas para casa

 

Durante o período de isolamento social em Santa Catarina por causa da pandemia do novo coronavírus, ações de solidariedade também têm se espalhado em lares catarinenses. A partir de um movimento que começou em Florianópolis na semana passada, famílias estão levando para casa crianças e adolescentes de abrigos municipais. Assim, evitam o contato de muitas pessoas nas casas de acolhimento e criam uma rede de apoio aos jovens durante a quarentena.

 

família

(Foto: Salmo Duarte, Banco de Dados)

 

Mais de 1 mil voluntários em rede solidária

 

Em cinco dias, mais de 1 mil pessoas se inscreveram na Rede Solidária Somar Floripa para ajudar em ações de combate ao novo coronavírus, informou a Prefeitura de Florianópolis. No total, a rede conta com quase 8 mil voluntários cadastrados. Chamada de “Somando contra o covid-19”, a campanha de combate ao vírus conta com oportunidades nas áreas de saúde, assistência social, auxílio a idosos e pessoas com deficiência.

 

rede somar floripa

(Foto: Prefeitura de Florianópolis)

 

Jovens oferecem ajuda a idosos

 

Nestes dias atípicos, de quarentena, em que é recomendado que todas as pessoas que não exercem atividades essenciais permaneçam dentro de casa, há joinvilenses que estão se colocando à disposição para prestar boas ações. Esse é o caso de alguns moradores de Joinville e região que estão prestando apoio e se disponibilizando para fazer as compras às pessoas que não podem sair de casa por causa do coronavírus.

 

Jovens ajudam idosos

(Foto: Arquivo Pessoal)

 

UFSC e IFSC produzem máscaras 3D

 

?Máscaras de prevenção começaram a ser produzidas neste domingo (22) pela UFSC e IFSC. Os materiais são feitos em impressoras digitais 3D. Elas serão distribuídas de forma gratuita no Hospital Universitário (HU) e demais unidades de saúde. O uso é destinado aos profissionais de saúde envolvidos na prevenção e atendimento nos casos do novo coronavírus.

 

máscaras 3d

(Foto: IFSC, Divulgação)

 

FONTE: nsctotal.com.br