Alguns candidatos foram informados nos locais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) que terão de voltar outro dia para reaplicação da prova para evitar lotação nas salas. Eles foram comunicados após enfrentarem longas filas para acessarem os locais. Na sexta-feira (15), a UFSC emitiu nota alertando para o risco de aglomerações após receber os planos de salas Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

 

"Chato, né. Não é minha culpa, me preparei, fiquei no sol e aí...está lotada a sala. Quando cheguei disseram que eu não posso entrar e que eu terei de pedir a reaplicação", disse emocionada Estela Campelo Silveira, de 18 anos, que tenta uma vaga no curso de direito.

 

 

 

Neste domingo (17), a UFSC informou que o Inep retirou carteiras da sala na última hora para atender capacidade acordada de 40%. O G1 procurou o Inep ara saber a quantidade de alunos na instituição que deverão reaplicar a prova, qual capacidade nas salas e como vão distinguir quem faltou ou foi barrado e aguardava retorno até as 20h30 deste domingo. Na abertura dos portões, o movimento estava tranquilo.

 

Enem 2020 em SC: Representante do Inep avisa candidatos que terão de reaplicar provas pro causa de lotação das salas na UFSC — Foto: Diorgenes Pandini/NSC

Enem 2020 em SC: Representante do Inep avisa candidatos que terão de reaplicar provas pro causa de lotação das salas na UFSC — Foto: Diorgenes Pandini/NSC

Os estudantes não receberam nenhum comprovante de que terão de retornar, sendo informados que a reaplicação deve ocorrer em fevereiro. Com medo de serem contabilizados como faltantes, candidatos que iam fazer a prova no Centro de Comunicação e Expressão preencheram, por conta própria, uma lista de presença, na tentativa de que haja algum documento registrando a presença deles no local.

Após ser impedida de fazer prova, candidata diz que jovens fizeram lista de presença

 

Após ser impedida de fazer prova, candidata diz que jovens fizeram lista de presença

Segundo Luana Lopes Soares, de 20 anos, uma das candidatas que ficou de fora e assinou a lista, os alunos também organizaram um grupo de aplicativo de mensagem para tentar se comunicar nos próximos dias - veja o depoimento dela no vídeo acima.

 

 

"O responsável só falou que tá resolvendo ainda, não entregou nada. Estou morrendo de medo [de perder a prova] porque dependo do Enem para entrar na faculdade. A gente vai entregar alista para ele e ver o que vai fazer, mas acho que até ele está perdido", disse Luana.

 

Enem 2020 em SC: Por causa de lotação na sala, candidatos foram informados que terão de reaplicar prova — Foto: Diorgenes Pandini/NSC

Enem 2020 em SC: Por causa de lotação na sala, candidatos foram informados que terão de reaplicar prova — Foto: Diorgenes Pandini/NSC

Houve reclamação dos candidatos às pessoas que estavam trabalhando. Pouco antes das 13h30, fiscais da Vigilância Sanitária de Florianópolis chegaram à UFSC para verificar a situação por causa de reclamações de filas e descumprimento de distanciamento social. Segundo a Secretaria de Saúde da capital, os fiscais não constataram irregularidades no local.

 

"Fiquei na fila um bom tempo, no sol inclusive, muita gente aguardando, e quando chegou na minha vez me liberaram para entrar no prédio. Um fiscal foi atrás de mim e disse que eu não poderia entrar porque a sala estava lotada. Esperei até agora, cumpri todas as normas, é difícil, eu estava na espera, mas vou ter que aguardar a decisão deles", afirmou Eduardo Elias, de 27 anos.

 

Após enfrentar fila, candidato não é autorizado a entrar na sala de prova do Enem na UFSC

 

 

 

Após enfrentar fila, candidato não é autorizado a entrar na sala de prova do Enem na UFSC

 

Apesar de horário de fechamento previsto dos portões para as 13h, candidatos continuaram entrando em um dos prédios de aplicação de prova na UFSC por causa da extensa fila - veja no vídeo abaixo.

Enem 2020: UFSC teve filas de candidatos para entrar em locais de provas

 

Enem 2020: UFSC teve filas de candidatos para entrar em locais de provas

Tentando o Enem pela terceira vez para uma segunda graduação, Marla Matos, de 52 anos, também reclamou da fila no Espaço Físico Integrado (EFI) na UFSC , no bairro Trindade, na capital.

Enem: Candidata do Enem crítica números de pessoas orientando sobre medidas sanitárias

 

Enem: Candidata do Enem crítica números de pessoas orientando sobre medidas sanitárias

"Decidi que ia ver mesmo, mas esperava uma organização um pouco melhor do que está tendo aqui. Não esperava essa fila de maneira nenhuma. É uma pessoa verificando para um prédio que tem mais de quatro andares, é um pouco sem noção. O risco de se infectar acho que é em qualquer lugar, mas minha estratégia é a máscara e tentar um distanciamento, mas mesmo assim é difícil no momento", afirmou a candidata.

 

Milton dos Santos, 35 anos, está realizando a prova do Enem pela segunda vez. Ele também reclamou das filas no local. "A parte mais difícil foi a preparação, não me sinto preparado. Eu quase não vim, mas se a única opção era vir, achei melhor. Foi garantido que teria todas as medidas restritivas e estamos vendo que não tem", disse. veja no vídeo abaixo.

Enem 2020 em SC: Candidato reclama de filas na UFSC

 

Enem 2020 em SC: Candidato reclama de filas na UFSC

Após a realização da prova, ele revelou ao G1 que no seu local de prova não houve medição de temperatura e que a sala não ficou arejada, pois as janelas foram fechadas quando começou a chover em Florianópolis.

Outros candidatos também reclamaram da falta de ventilação nas salas, do calor, além de reclamarem que não teve disponibilização de álcool em gel.

"Não passaram álcool bem e nem mediram a temperatura. Na nossa sala também teve desorganização na entrega da prova", disse Nicole dos Santos.

 

Enem 2020 em SC: No EFI, na UFSC, houve registro de filas para entrar no local de prova  — Foto: Carolina Fernandes/G1

Enem 2020 em SC: No EFI, na UFSC, houve registro de filas para entrar no local de prova — Foto: Carolina Fernandes/G1

 

No EFI o portão abriu com atraso de alguns minutos, às 11h35. No local são quatro andares de prova. Na UFSC, há outros centros com realização de provas. Próximo das 12h começou a ter formação de fila. Depois das 13h ainda havia pessoas entrando no prédio.

Na universidade federal, alguns alunos foram com a proteção reforçada para a prova, utilizando face shield no Centro de Comunicação e Expressão (CCE).

Enem 202 em SC: Na UFSC, alguns alunos foram para locais de prova com proteção reforçada contra a Covid-19 — Foto: Diorgenes Pandini/NSC

Enem 202 em SC: Na UFSC, alguns alunos foram para locais de prova com proteção reforçada contra a Covid-19 — Foto: Diorgenes Pandini/NSC

Os estudantes ouvidos pelo G1 SC esperam que as medidas sanitárias contra a Covid-19 sejam cumpridas para que possam se sentir mais seguros e se concentrar melhor no conteúdo das questões.

A preocupação era maior entre os alunos de escolas públicas por causa da falta de aulas em 2020. As atividades foram à distância e nem sempre contaram com videoaulas. O Enem avalia o desempenho do aluno e colabora para o acesso à educação superior e ao financiamento estudantil. A primeira fase da prova, neste domingo (17), terá questões de língua portuguesa, literatura, língua estrangeira (inglês ou espanhol), artes, educação física e tecnologias da informação e comunicação e redação.

 

 

 

Na sexta-feira (15), a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) divulgou uma nota alertando e questionando o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (Inep) sobre os riscos de aglomeração nas salas dos centros de ensino de Florianópolis, após a instituição receber o plano de salas com ocupação de 80% de candidatos, enquanto que a condição para ceder os espaços seria que as salas tivessem limite máximo de 40%.

 

UFSC alerta para risco de aglomeração

 

Chefe de gabinete da reitoria da UFSC fala sobre candidatos impedidos de fazerem prova

 

Chefe de gabinete da reitoria da UFSC fala sobre candidatos impedidos de fazerem prova

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) divulgou uma nota na sexta-feira (15) em que faz um alerta e questiona o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (Inep) sobre os riscos de aglomeração nas salas dos centros de ensino de Florianópolis. A prefeitura e o Ministério Público Federal (MPF) também foram acionados pela reitoria sobre as medidas de prevenção à Covid-19 durante a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A medida ocorreu após a UFSC receber o plano de salas com ocupação de 80% de candidatos para a realização do Enem. De acordo com a instituição, a condição para ceder os espaços seria que as salas tivessem limite máximo de 40%.

A Vigilância Sanitária do município disse que o exame deve seguir as orientações da portaria da Secretaria Estadual de Saúde n° 714. No entanto, a portaria, que trata de concursos e provas, não estabelece um limite nas salas. No trecho são estabelecidos o distanciamento entre os inscritos que deve ser de 1,5m. A mesma orientação sobre distanciamento foi reforçada pelo Governo do Estado.

 

 

Protocolos sanitários

 

Conforme o infectologista ouvidos pelo G1, há uma maior possibilidade de controle dos protocolos sanitários nos locais de prova.

"Com distanciamento adequado entre as carteiras, uso constante de máscara, higienização com álcool 70% e ventilação natural (janelas abertas), os riscos de contaminação não são nulos, mas ficam reduzidos. Não há a mesma garantia nos momentos anteriores ou posteriores à prova", disse Alexandre Naime Barbosa, chefe da infectologia da Universidade Estadual de São Paulo (Unesp) e consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI).

 

fonte: g1.globo.com