Reduzir a fiscalização de velocidade nas rodovias brasileiras é uma atitude fatal. A afirmação é de especialistas em segurança viária, que reprovam a promessa feita pelo presidente, Jair Bolsonaro, de aposentar os radares móveis, usados pela polícia rodoviária federal.

 

     Segundo Bolsonaro, os equipamentos são usados apenas para captar dinheiro. David Duarte Lima, Presidente do Instituto Brasileiro de Segurança no Trânsito, professor da universidade de brasília, e ex-diretor do conselho nacional de trânsito, fala do risco de tirar os radares móveis de uso.

 

     Segundo dados da PRF, em 10 anos, mais de 83 mil pessoas morreram pelas BR’s. De acordo com a polícia, o excesso de velocidade é um dos principais motivos dos óbitos.