A Prefeitura Municipal de São Carlos, através da Fundação Cultural do município realizou na tarde da última quinta-feira (29) a assinatura da ordem de serviço de restauração da Igreja da comunidade de São José, interior do município, tombada pelo patrimônio público. O ato deu-se na própria igreja da comunidade entre o município e a empresa Construtora Portal das Termas Eireli – ME.

A Empresa fará a execução dos serviços de restauração da Igreja da comunidade de São José – São Carlos, conforme memorial descritivo, cronograma físico e financeiro e projetos, que são partes integrantes do processo licitatório n° 08/2019 – FCSC, tomada de preços para obras e Serviços de Engenharia n° 004/2019 – FCSC.

A empresa terá 120 dias para a execução da obra, após o recebimento da Ordem de Serviço.

O valor a ser pago pela prestação do serviço é de R$ 114.224,20 (Cento e quatorze mil, duzentos e vinte e quatro reais e vinte centavos).

Estiveram presentes no ato, o prefeito Rudi Miguel Sander, Diretora da Fundação Cultural Ana Cláudia Hoffmann, Secretário de Educação Sadi Baron, colaboradora e entusiasta desta restauração Nelsi Endler, presidente da Câmara de Vereadores Ademir Antonio Damin – Martelinho, proprietário da Construtora Portal das Termas Cleoniro Antonio Wilbert, Pároco da Paróquia São Carlos Borromeu Pe. Elmar Luiz Sauer e representantes da comunidade de São José.

O Prefeito Rudi Miguel Sander falou da importância da realização desta obra. “Me sinto muito honrado em poder realizar esta restauração em nossa gestão, pois havíamos uma dificuldade em conseguir alguma empresa que fizesse esta restauração. E agora, com a vinda da Portal das Termas, temos certeza que será uma restauração feita com qualidade, e por uma empresa São-carlense. Estamos empreendendo esforços para colocar São Carlos em páginas de notícias boas, por isso estamos empenhados em fazer sempre o melhor pela sociedade São-carlense”, comentou Sander.

Cleoniro Antonio Wilbert falou da alegria em poder realizar este trabalho, enfatizando que os trabalhos serão iniciados imediatamente. Se colocou à disposição da comunidade para toda e qualquer dúvida que surgir.

Padre Elmar disse estar feliz em poder participar deste processo e colaborar na execução desta importante obra para o município de São Carlos e para o turismo da região.

A Diretora da Fundação Cultural Ana Cláudia Hoffmann se manifestou dizendo que “desde que iniciei as atividades na Fundação Cultural, um dos principais objetivos era o de realizar a restauração da Igreja de São José, pela importância histórica e arquitetônica que a mesma possui. Efetivamos o tombamento em 2017 e desde então viemos trabalhando com o objetivo de conseguir recursos para efetivar a restauração. Nesse ano, em conversa com o Prefeito Rudi, decidimos fazer a restauração com recursos próprios, tendo em vista que não havia previsão para conseguirmos recursos a nível estadual ou federal. A assinatura do contrato com a empresa que fará a restauração foi um momento muito importante, pois agora inicia-se efetivamente o trabalho junto a igreja e até dezembro teremos a mesma completamente restaurada”, completou Ana Cláudia.

Nelsi Endler se disse muito feliz e realizada com este ato de assinatura. “Até que enfim foi assinado o termo de execução da restauração da Igreja de São José. Um sonho, que para a comunidade de São José e também para a administração, é fundamental. É uma luta que começou ainda em 2012, porem parecia que os ventos sopravam contra esse processo. O primeiro empecilho que encontramos foi o fato de não haver decreto de tombamento, o que rolou até 2017, quando a administração Rudi e Kelen decretou o tombamento da Igreja, e a partir daí, começamos novamente a correr atrás de recursos para a obra. Mas quando o decreto foi assinado, o edital para receber recursos do estado já havia fechado para encaminhamento de projeto em nível de estado. Neste mesmo ano, 2017, foram lançados os editais para Processo Licitatório, mas não houve empresas inscritas para a execução da obra. Neste último, a empresa Construtora Portal das termas se inscreveu para realizar esta restauração. É um grande ato da Administração municipal juntamente com a comunidade de São José. Agora resta esperar o término da obra, previsto até o final do ano, para fazer uma grande festa de reinauguração”, concluiu Nelsi.