Faz muito tempo que a nossa região está à mercê do surgimento de uma grande liderança para representar de fato este canto esquecido do RS. Nem para indicar a previsão do tempo nossa região é lembrada pelos grandes órgãos de imprensa!

 

Quantas vezes os últimos governadores vieram nos visitar? Os feitos dos deputados da região pouco aparecem, ficam mandando verbas eleitoreiras para algumas obras, migalhas aqui e ali, mas os grandes projetos de alavancagem de desenvolvimento regional praticamente não existem.

 

É de extrema necessidade começarmos a pensar na formação de novos líderes com raízes nesta terra, para sairmos da dependência dos que vem de outras localidades e que não possuem suas bases cravadas por aqui, precisamos de líderes com paixão pela nossa essência e nossa cultura. Se olharmos nos últimos trinta anos, quase não tivemos líderes marcantes nos altos cargos de poder no estado e no país.

 

Analise comigo. Se você entrar no RS pela BR 386 vindo de SC, tem a sensação que o Estado começa de fato a partir de Sarandi, por diversos fatores que nós sabemos visivelmente quais são. Nós somos tão fracos em liderança que nem pequenos pedaços de asfaltos de estradas, conseguimos terminar, pontes envelhecidas sem conclusão, infraestrutura de saúde ineficientes, economia debilitada e assim por diante.

 

Acredito que precisamos preparar e impulsionar as gerações mais jovens para assumir estes postos de grande liderança, para que saiam das suas zonas de conforto e tragam a força de inovação que tanto precisamos para a região.

 

Devo aqui destacar o grande trabalho dos sofridos prefeitos que apesar de tudo, conseguem fazer milagres com o que recebem, são eles que lidam diariamente com as necessidades locais e fazem o que podem com o que tem, porém, o que lhes falta é o apoio de uma forte liderança com fibra e grande representatividade a nível estadual e federal, lembrando que isso se estende na esfera política e privada, assim como já tivemos em épocas passadas, representando com força este nosso recanto esquecido.

 

Toda vez que escrevo algo assim recebo muitas críticas e manifestações, a favor e contra, isso mostra o quanto este assunto é carente de debate e ainda demanda por solução. Acredito que é momento de termos como referência grandes exemplo de união pela mesma causa e não uma guerra de egos. Vamos olhar para outros polos, tanto do estado como do país, onde os líderes são unidos e lutam juntos conquistando praticamente tudo o que querem.

 

Até a próxima.