A derrota depende de nós, tanto quanto a vitória. Entretanto, a pior derrota é a de quem desanima e desiste sem antes ter tentado chegar ao final da corrida. Assim dizia Airton Senna, tri campeão mundial de Fórmula 1: “Perder nem sempre é ser derrotado. Perder faz parte da vida de um campeão. Quem não arrisca perder, também não arrisca ganhar”.

          O fracasso inspira os vencedores e também os perdedores. Quem desanima diante do fracasso estraga totalmente as chances de vitória no futuro.

          Os pobres sempre serão mais pobres porque alimentam-se de sua pobreza, e sempre serão mais gananciosos do que os ricos, pois sua vontade de ser rico e o ciúme destes, compromete a dependência de qualquer forma de vencer na vida, portanto, continuarão pobres.

          Mude sua forma de pensar, o universo vai conspirar de acordo com o seu pensamento. Se pensares que é possível, o universo conspirará a seu favor, e se pensares que não é possível o universo também conspirará a seu favor. Ambas as formas estão corretas. A decisão do possível e do impossível depende de cada um.

Se você vai esperar juntar todo o dinheiro para comprar a tão sonhada casa, poderá correr o risco de morrer sem a casa e sem todo o dinheiro necessário. A maioria das pessoas nunca ganha e nuca consegue as coisas porque tem medo de perder. Os vencedores não têm medo de arriscar e de perder. Os perdedores e fracassados, sim.

          A maioria deseja profundamente ir para o Céu, porém, têm medo de morrer. Se a morte é um desafio para chegar lá, que venha este desafio.

          A derrota e a vitória dependem de cada um, depende da decisão que cada um quer tomar para si. Não existe o destino. O destino quem faz somos nós.

Só existe uma coisa que pode derrubar um campeão. É sua própria morte. Mesmo assim, se ele crer em Deus, vai viver fazendo sucesso do outro lado.

Portanto, não desanime. Siga em frente com coragem, porque a vitória pertence e sempre vai pertencer àqueles que possuem metas, persistência e determinação.

          Sucesso.

 

          Até a próxima!