A Polícia Militar de São Carlos, juntamente com a Administração Rudi e Kelen através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente e Corpo de Bombeiros realizou duas reuniões na noite desta quinta-feira (19) no interior do município. As reuniões aconteceram nas comunidades de Linha Moraes e Linha São Sebastião, com a maioria dos moradores das comunidades presentes, além da presença do prefeito em exercício Kelen Giongo, Sargento Marcos Correia Soares - Comandante da Polícia Militar de São Carlos, Sargento Juliano Meneghetti Aguiar – comandante do Corpo de Bombeiros, Secretário de Agricultura e Meio Ambiente José Cléo Kunst e colaboradores da secretaria e a assessoria de imprensa.

Conforme o Sargento Marcos, comandante da Polícia Militar de São Carlos, o objetivo destes encontros foi fazer uma explanação sobre o funcionamento do GPS Rural e sobre a necessidade da colocação da placa de identificação que será instalada na entrada das propriedades. “O interesse maior da instalação da placa é que o número do ponto georreferencial esteja visível em cada propriedade e que a instituição da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Prefeitura Municipal apareçam, e principalmente como critério de prevenção. A Rede de Vizinhos, por exemplo, as placas colocadas em cada residência tem auxiliado em muito a prevenção de crimes e delitos e, por isso, acreditamos que as placas do GPS Rural auxiliará em muito esta prevenção. A partir do momento que você tem uma placa em frente à sua propriedade com o símbolo da Polícia Militar, vem ao encontro das questões de segurança, pois muitas pessoas mal-intencionadas podem dissuadir a sua ideia de cometer um delito no local”, disse o Sargento.

O GPS Rural foi uma ideia trazida para São Carlos pelo Sargento Marcos e através de parceria com a Prefeitura Municipal, que adquiriu o sistema, será implantado em todo o território do Município. Cada agricultor terá seu ponto de georreferenciamento, com nome e número de identificação, o que facilitará e agilizará o atendimento tanto da Polícia Militar quanto do Corpo de Bombeiros/SAMU e Serviço Aero Policial de Fronteira, o SAER-FRON em caso de algum delito ou atendimento de saúde. Tambem para os demais órgãos públicos, à exemplo da DMER, agentes de Saúde, secretaria de agricultura e demais. A colocação da placa é facultativa e custeada pelo interessado.

São Carlos é o quarto município do estado a instalar o sistema.