O Departamento de Assistência Social de São Carlos apresentou na noite desta quinta-feira (05) os 17 candidatos a uma vaga no Conselho Tutelar do Município. O ato aconteceu no Auditório da Educação Waldir Vicente Loeblein onde 14 candidatos compareceram e 03 justificaram a ausência. Após um pequeno cerimonial de abertura aconteceu a apresentação, onde cada candidato defendeu sua candidatura para ser um dos 05 eleitos para os próximos 04 anos.

 

Estiveram presentes o Prefeito de São Carlos Rudi Miguel Sander; vice-prefeito e Secretário de Saúde Kelen Rodrigo Giongo; a Diretora do Departamento de Assistência Social e Coordenadora da Comissão Especial Eleitoral de São Carlos Lara Faraco Werlang, que conduziu o ato; a Assistente Social Bruna Antonieta Cavalheiro Vargas; e a presidente do Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes – CMDCA Marilda Hermes.

Os candidatos são: Bruna Renata de Oliveira Dahlm, Cheila Maria Hoss

Clausiane Schabarum, Cristian Michel Silva, Cristiane Sampaio, Cristiane Taise Padilha, Djeniffer Nogueira, Doraci Brutscher Wiskow, Eunice de Oliveira, Geovana Fatima Limberger, Gracieli Reiter Klaus, Julimara Deimling, Keity Führ Mendes, Regina Winck Rigotti, Reginaldo Duarte de Souza, Simone Pedroso da Silva e Sofia Sebastiany.

A eleição acontecerá dia 06 de outubro das 08 e 17h, com pontos de votação no Auditório da Educação no Centro São Carlos; Escola de Educação Básica Dr. Carlos Culmey do Bairro Cristo Rei; Escola Municipal Padre Nicolau Gouverneur de Balneário de Pratas; Escola Municipal Professor Mário Xavier dos Santos de Linha São João e na Escola Municipal Padre Jorge Annecken de Linha Bela Vista.

Os cinco mais votados terão remuneração de R$ 1.435,00 (Hum mil, quatrocentos e trinta e cinco reais) para uma carga horária de 20h. Os não eleitos automaticamente serão suplentes.

A eleição funcionará como uma eleição normal, não podendo ser feito boca de urna e outros procedimentos que poderão acarretar em exclusão do pleito. Poderão votar eleitores do município que apresentarem título eleitoral e documento oficial com foto.