Cada ramo do movimento escoteiro tem suas particularidades. O principal objetivo do Movimento Escoteiro é o desenvolvimento físico, intelectual, caráter, afetivo, social, espiritual e a convivência com a natureza, aprendendo a preservá-la, respeitando as particularidades de cada faixa etária.

Para os membros jovens, o escotismo é dividido por idade. O ramo lobinho compreende crianças de seis a dez anos, o ramo escoteiro que compreende jovens de onze a quinze anos, o ramo sênior que compreende jovens de dezesseis a dezoito anos e o ramo pioneiro que compreende jovens de dezenove a vinte e um anos.

É por meio das atividades que alcançamos o objetivo do Movimento Escoteiro, que podemos oferecer aos jovens experiências únicas e agregadoras. Mas para que isso aconteça durante toda a vida escoteira, é necessário que sejam observadas as características, anseios e necessidades de cada faixa etária, resultando, assim, em um planejamento próprio para cada ramo, assegurando o interesse e envolvimento do escoteiro.

Os jovens vão ao Grupo Escoteiro para se divertir ao lado de amigos e a chefia utiliza as atividades para auxiliá-los em seu autodesenvolvimento e educação. A programação dessas atividades leva em conta um sistema progressivo, em termos de exigência de práticas, habilidades e amadurecimento, oferecendo desafios e aventuras conforme sua evolução e vivência. As atividades escoteiras compreendem jogos, capacitação em técnicas úteis estimuladas por um sistema de distintivos, vida ao ar livre, integração com a comunidade, entre outros, tudo isso em um ambiente fraterno.