A sexta-feira dia ,26, de julho, foi marcada por mais um encontro do grupo de jovens que compõem o Projeto Juventude Rural Cunhataí. A iniciativa que vem sendo promovida pela Secretaria Municipal da Agricultura e Meio ambiente, em parceria com a Epagri, e entidades/agências de fomento e crédito, que atuam junto ao município, chegou ao seu 5º encontro, com um número de participantes que anima a todos envolvidos no projeto, por notar-se o interesse e importância, que estes jovens vem demonstrando no decorrer de cada encontro.

Desta vez o evento foi promovido junto as instalações do Centro Municipal de Eventos e Convivência de Cunhataí, tendo início logo pela manhã, ocasião em que os jovens estiveram assistindo a uma palestra ministrada pelo educador popular pela FETRAF/SC Sr. Neuri Alves, e pela educadora popular pela FETRAF/SC bem como representante da juventude; Dalvana Cordazzo; os quais trataram sobre a importante decisão tomada pelos jovens, na hora de se assumir a propriedade rural da família, e a questão de como conseguir fazer uma boa gestão dos negócios.

Posteriormente, o Sr. Iane Paulo Andreola, gerente do Banco do Brasil, (unidade de Saudades), explanou sobre os possíveis serviços/suporte que a agência presta ao produtor rural. Após a conversa, dois participantes do projeto foram sorteados, e foram presenteados cada um, com uma conta poupança, já com o valor de R$100,00. (cem reais) depositados. 

Ao meio dia foi servido almoço, e em seguida  o grupo dirigiu-se a propriedade da família Kunsler, localizada na comunidade de São Roque, onde puderam ver na prática como funciona a questão de piqueteamento, e pastagem de sobre semeadura, além de o grupo também estar recebendo informações sobre a atividade de apicultura, oportunidade em que puderam visitar o apiário que a família vem desenvolvendo na propriedade.

Contudo, o responsável pela Epagri, o qual esteve acompanhando o grupo no dia de campo, Sr. Edison dos Santos; afirma que o dia foi muito produtivo, pois foram abordados diversos assuntos, o que pode aumentar a visão que estes jovens possuem, mediante o desenvolvimento de atividades agrícolas.