O prefeito Leomar Listoni cumpriu na última semana, em Brasília, uma agenda de reuniões com deputados federais, senadores, ministros, diretores e outras lideranças para destravar recursos e buscar novos investimentos ao município de Passos Maia.

 

Um dos principais assuntos foi a reconstrução da ponte na Rua Augusta Zanchet, no Centro da cidade. A estrutura foi danificada em meados de fevereiro deste ano, durante as fortes chuvas que atingiram o município.

 

“Há cerca de uns 30 dias nós recebemos um comunicado da Defesa Civil de que toda a parte documental estava legalizada, mas o governo federal não havia recursos para o pagamento. Nós estranhamos isso e por isso agendamos uma visita a Brasília”, explicou Listoni.

 

Em reunião com o secretário nacional da Defesa Civil, o prefeito disse ter mostrado a situação do município e questionou o porquê da negativa dos recursos, já que toda a parte burocrática foi feita. “O que o secretário nos passou não é que os recursos foram negados, neste ano não teria orçamento para a Defesa Civil nacional, somente para alguns casos muito emergenciais”.

 

Como há o entendimento de que os recursos devem constar no orçamento da União, a expectativa é que a verba para a construção da ponte seja viabilizada somente em 2020. De acordo com o projeto, a estimativa de investimento na construção da nova ponte é de R$ 300 mil.

 

“Infelizmente essa notícia não é agradável, nós tivemos essa situação bem desencontrada. Vamos tomar uma decisão em conjunto. Vamos reunir o grupo da Defesa Civil, nossos secretários e vereadores para tomar uma decisão. Se o município vai arcar com essas despesas, com certeza alguns outros setores vão precisar de um pouco de cautela nos gastos de recursos para podermos normalizar essa situação. Temos que sentar, fazer uma avaliação e ver que caminhos vamos tomar”, avaliou Listoni.

 

Nova creche de R$ 2,4 milhões

 

O prefeito também passou pelo Ministério da Educação para agilizar a liberação da primeira parcela de recursos para o início das obras da nova creche, avaliada em cerca de R$ 2,4 milhões. Segundo Listoni, o trâmite está alinhado para que o contrato seja assinado e a obra efetivamente se inicie.

 

“Pediram para aguardarmos em torno de mais um mês para que possamos fazer a assinatura do contrato e consequentemente a licitação dessa obra. Mas está bem encaminhado, me parece que é apenas uma questão de tempo para que saia a licitação e a gente inicie”, estima.

 

Incra

 

No Incra o assunto foi novamente a regularização das propriedades rurais. Também houve a assinatura de um termo de cooperação, onde o município se compromete a ceder funcionários e veículos para os trabalhos que competem ao Incra, além de tratativas sobre o trâmite legal relacionado à supressão de pinus nas terras de famílias do Assentamento Conquista do Sepé.

 

“Os proprietários precisam da área de terra para plantar e está nessa situação. Então nós tratamos desse assunto, mas infelizmente isso é burocrático, precisa ter ações judiciais para que essas travas se alinhem. Vamos tratar essa questão em Chapecó para ver se andamos com essa situação”, concluiu Listoni.

 

 

Fonte: Ascom Prefeitura de Passos Maia